Judith

from by Nobat

/

lyrics

Onde será que estou
Passado ou futuro
O óbvio escuro ou clara ilusão?
Fui saber...
Na luz dos olhos seus olho os meus olhos
Cansados de enxergar
Aquilo que não é real
Para quem?

Pr’onde será que vou?
As ruas em aberto, não me importa mais o ‘certo’
Eu quero o ideal
Deixa eu ver...
Nas curvas da verdade
E a cidade é o palco principal
Pro abraço, pro sorriso, que é preciso em todo
Carnaval

Todo carnaval
Tudo é carnaval

Eu que nunca pude ser tão eu
Corria assim por te esperar
Guiava-me nos passos meus
Sorria sob o seu sonhar

Eu que nunca tive medo
Eu sempre tive medo de amar

De onde será que vem
A força do meu canto? E esse espanto?
É o canto seu também

É você
O espelho em que me reconheço cego
De corpo e coração
A quem entrego minha vida
Minha alma proibida
E sem perdão

Eu que nunca coube em ser tão eu
Em seus braços soube cantar
Guiava-me nos passos meus
Perdia-me em seu caminhar

Eu que nunca tive medo
Eu sempre tive medo
Ah!

credits

from O Novato (2015), track released November 6, 2015
Bateria: Fernando de Sá (Feijão)
Contrabaixo Acústico: Marcelo Luiz Barbosa
Trompete: Juventino Dias
Trombone: Leonardo Brasilino
Saxofone: Tiago Ramos
Teclado, guitarra e voz: Nobat

tags

license

all rights reserved

about

Nobat Brazil

Nobat é um cantor e compositor de Belo Horizonte (MG) que tem como proposta principal a mescla entre elementos do indie eletrônico experimental com as possibilidades da música brasileira contemporânea.

contact / help

Contact Nobat

Streaming and
Download help

Redeem code